domingo, 6 de outubro de 2013

Analise: Crash TwinSanity


Saudações caros leitores! Trago para vocês uma nova analise, de um dos melhores jogos da série Crash Bandicoot: Crash TwinSanity. Sim, eu sei que havia prometido uma analise do Shadow of the Colossus, mas estou tendo dificuldades no perfil de cada colossus, procurando o máximo de informações. Por isso, a analise desse game fantástico irá atrasar um pouco. Sem mais delongas, vamos á analise!

Uma união feita a força!


Crash TwinSanity é um jogo produzido pela Traveller's Tales e distribuído pela Vivendi Games, lançado para o PlayStation 2 e Xbox Original em 2004. Uma versão para GameCube seria feita, mas foi cancelada por razões desconhecidas. No japão, o jogo é conhecido como Crash Bandicoot 5: Crash and Cortex no Yabou?!?.

A história do jogo se passa 3 anos depois do final de Crash Bandicoot 4: The Wrath of Cortex. Para quem não manja, Dr. Neo Cortex e Uka Uka foram congelados em um Iceberg no final do quarto jogo da série (Em cronologia, não em lançamento). No começo de Crash TwinSanity, Dr. Neo Cortex chega até a N.Sanity Island e atira um raio de congelamento em Coco, a irmã de Crash. Logo após isso, ele veste as roupas dela e engana Crash, o chamando para uma emboscada.

Em uma "Festa de Aniversário", Dr. Neo Cortex diz como sofreu horrores congelado por 3 anos e confronta o Bandicoot mais uma vez. Vale lembrar que os vilões clássicos da série estão todos nessa "Festa", como Ripper Roo, Dingodile, Pinstripe e etc. Dr. Neo Cortex, com a ajuda de seu novo robô Mecha Bandicoot, batalha contra o Bandicoot, mas falha miseravelmente. Depois de caírem em uma caverna e terem que se unir para escapar de lá, os dois encontram os Evil Twins, vilões do jogo que querem destruir Dr. Neo Cortex e a ilha toda.

Dr. Neo Cortex pede a ajuda de Crash, onde os 2 irão viver aventuras loucas em busca de Power Crystals para chegaram na 10º Dimensão, onde os Evil Twins vivem.

Exatamente caros leitores, esse jogo traz o enredo mais bem elaborado da série. O jeito que a história se desenvolve nesse game é genial, trazendo vários momentos engraçados e nostálgicos, que nos faz lembrar dos primeiros jogos da série.

Um Gameplay tão genial quanto ao dos antigos jogos!


O Gameplay do Crash TwinSanity é um divisor de águas. Muitos gostaram, outros não. Dessa vez o Game é de mundo aberto! O que faz a exploração muito mais fluente aqui. O Crash gira, dá rasteira, pula e dá barrigada no chão, como nos outros jogos. Porém, mesmo a jogabilidade sendo a mesma, ela muda quando nós estamos juntos ao Cortex. Ah! Não posso esquecer do fato que podemos jogar com 4 personagens nesse jogo: Crash, Cortex, Nina e o próprio Mecha Bandicoot (Só jogável no final do Game).


Os cenários desse jogo são únicos para mim. Nós começamos na N. Sanity Island, vamos para o Iceberg Lab do Cortex, depois invadimos a Academy of Evil e enfrentamos as ameaças da 10º Dimensão. O jogo possui cenários lindos e fazem qualquer fã da série ter uma Nostalgia grave. A fase Boiler Room desse jogo me traz uma forte lembrança da fase Sewer or Later do Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back!.

As músicas... Ah, as músicas são todas feitas Acapella! Não sabe o que é isso? São músicas que usam sons feitos por nossa boca. E não, Funk não entra nessa categoria por se tratar de algo que saiu do lixo.


Todas as músicas do Crash TwinSanity foram compostas pela "banda" Spiralmouth (Os caras da foto acima). A trilha sonora desse Game é simplesmente a coisa mais bizarra e fantástica que já ouvi em toda a série do Crash! Confiram algumas abaixo:






Sem comentários, são excelentes! Cada uma combina com a atmosfera de parte do jogo.

Um Grande Clássico do PS2!


Ok, eu admito: Eu nunca havia jogado Crash TwinSanity. Só realizei esse sonho atualmente, quando resolvi tirar minha bunda do PC e procurar alguém que estivesse a fim de vender o game. Porém, mesmo antes nem tendo jogado, eu já amava o Game. Achava sensacional o jogo, em todos os sentidos. Meu Game de aventura preferido do Crash era o Crash Bandicoot 3: Warped, mas mudei totalmente minha opinião após jogar Crash TwinSanity.

Prós:

Belos gráficos!

Jogabilidade muito boa.

Enredo bem humorado e divertido!

Uma grande quantidade de referências e coisas clássicas da série!

Contras:

N/A

Nota: 10

O PS2 teve poucos jogos do Crash decentes, sendo que Crash Bandicoot 4: The Wrath of Cortex, Crash Nitro Kart, Crash TwinSanity e Crash Tag Team Racing foram os únicos realmente bons. Crash Boom Bang!Crash of Titans e Crash Mind Over Mutant são os grandes matadores dessa franquia. Porém, nossa fé sobre o Masurpial é eterna, e esperemos que Crash Bandicoot: Crystal's Wrath consiga ressucitar essa tão adorada franquia!

Gostou da postagem? Comente e deixe sua opinião. Dicas de postagens e sugestões são muito bem-vindas. Essa postagem termina por aqui caros leitores, até a próxima postagem! =D

18 comentários:

  1. Uau! Ótima análise Shadow Mario,já tava ficando com saudades (eu não sou gay! XD).
    Gostei bastante destas músicas aí,são meio que únicas,poucos jogos usam este estilo.O jogo parece ser muito bom mesmo,boa jogabilidade,design bacana,e o resto também é bom.Eu acho engraçado porque o enredo em si do game é simples,mas a história é muito bem contada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha Tranquilo XD

      Obrigado pelos elogios, esse jogo é muito bom mesmo. Se tiver oportunidade, tente jogá-lo, vale a pena cada minuto perdido se divertindo com esse Game.

      Excluir
    2. Ok,se eu pegar um PS2 eu jogo ele. ;)

      Excluir
  2. ótima postagem eu gosto muito desse jogo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito, botei até na minha prateleira de melhores jogos que já joguei.

      Excluir
  3. Falando em Badass Crono você conhece a teoria que Crono é Jesus Cristo?Talvez eu traga um post falando sobre isso no dia que o hacker parar de aparecer no meu Pc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita dessa eu não sabia SearchxD.
      Hacker maldito,eu acho que ele vai acabar se ferrando.

      Excluir
    2. Se quiser saber mais sobre isso veja este video :http://www.youtube.com/watch?v=x-Sp62q2FAY :D

      Excluir
    3. VALEU VALEU VALEU Search,essa teoria é muito doida valeu mesmo!Bate direitinho com a história de CT.Resta saber se os caras se inspiraram na Bíblia mesmo pra fazer o enredo de Chrono Trigger.

      Excluir
    4. Eu achei essa história tão foda que fui na Bíblia Sagrada pesquisar da besta de 10 chifres!Os acontecimentos que Crono passou comparados com o de Jesus são muito parecidos : Foi traido por um(a) amigo(a),foi para a prisão por crimes que não fez,recebeu falso testemunho e foi morto e reviveu,outra coisa que achei estranha quando eu não sabia dessa teoria é que o Crono tinha a habilidade Life(revive os companheiros) o que deveria ser de uma maga no caso Marle,mas agora tudo faz sentindo!

      Excluir
    5. Pois é cara!
      Muito doido essa teoria,parabéns pra quem formulou ela.

      Excluir
  4. Ótimo post, nunca fui ligado na franquia Crash, joguei só no ps1, mas muito pouco. Agora com emuladores talvez eu volte a jogar. Vlw abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também nunca joguei muito,só umas partidinhas em Crash de corrida do PS1 (é Team Racing ou Nitro Kart?).Se eu fosse você não pegaria o emulador de PS2,nem compensa,é pesadão,agora o de PS1 é bom (epsxe).
      Gente,eu tô divertindo muito com o Wii,recomendo-o pois tem jogos excelentes (apesar de ter poucos jogos de alta qualidade),tem retrocompatibilidade com o Cube,e ele consegue emular um monte de videogame!NES,Master System,SNES,Mega Drive,MSX,Turbografx-16,PC Engine,PS1,N64,ele é o console da emulação!E com a emulação,vem também a diversão (rimoooou hehe).
      Sério mesmo,ele é muito bom,diverte pra caramba,se estiver planejando comprar um PS3 ou XBOX 360,recomendo desistir pois apesar de ele ter mais jogos e jogos melhores em geral,poucos divertem muito,e o console não tem retrocompatibilidade (só alguns modelos mais antigos),e desbloquear fica caro e pode estragar rapidinho (o Wii não estraga rápido,mesmo se desbloquear).

      Excluir
    2. Acho que a retrocompatibilidade com o game cube é um ponto alto, imagino que deve ser um ótimo console mesmo. E a compatibilidade vai além dos jogos, tu pode jogar com o controle de GC, é isso que tu faz?

      Excluir
    3. Não vou comprar o controle de GC.Acho que pegarei o Classic Controller Pro,que é um joystick bom pra tudo,e creio que funciona nos games de GC.Recomendo.

      Excluir
  5. O meu chefe favorito dessa série é a Madame Amberly.

    ResponderExcluir