quarta-feira, 10 de julho de 2013

Rare Ltd: Relembre a história de uma das melhores empresas dos Games!


Sim caros leitores, hoje iremos falar um pouco da história da Rare Ltd. Não lembra dela? Ora bolas, ela não é ninguém importante, só foi responsável por criar séries como Donkey Kong Country, Banjo-Kazooie, Conker, Killer Instinct e jogos como GoldenEye 007 e Perfect Dark, então já deu pra sacar que essa empresa é foda, certo? Pois bem, hoje iremos fazer uma "Revisão" de sua origem até os dias de hoje, que por mais que esteja "morta" atualmente, ela é uma empresa que reinou na infância de muita gente. Então sem mais delongas, vamos lá:

O começo de uma empresa fantástica, que tinha uma Engine com ótimos gráficos na época!


Eis que lá vem história. Em 1985, a Rare Ltd foi fundada pelos irmãos Tim e Chris Stamper, dois ingleses que antes mesmo já trabalhavam com Arcades (Ou Fliperama, aqui no Brasil). Antes mesmo de ser a grande parceira da Nintendo, a Rare desenvolvia jogos para computadores, como por exemplo o ZX Spectrum, porém devido a um mal interesse da Rare em continuar a produzir jogos a esses computadores, a empresa decidiu se levar ao rumo dos consoles. Porém, como era praticamente impossível produzir um console na época devido a grande Nintendo, que dominava o mercado naquela geração, a Rare se interessou em produzir seus jogos no NES (Ou Nintendinho). Naquela mesma época, a Rare tinha se unido com a Graphics Ltd, que lhe permitia criar gráficos ainda melhores em jogos. Depois de ter convencido a Nintendo de permitir a produção de jogos em seu console, a Rare lança seu primeiro jogo: Slalom, um jogo de esqui que foi lançado para o NES em 1987.

Ao longo dos quatros anos seguintes, a empresa passou a produzir mais de 40 jogos no NES, bem como várias conversões para o Game Boy, portátil que fazia um sucesso gigantesco na época, sendo que um desses 40 jogos foi Battletoads, um dos melhores jogos do próprio console. Quando o Super Nintendo foi lançado, a Rare investiu a compra de Silicon Graphics, que lhe deixaram com a capacidade criar gráficos lindos. Esse movimento fez com que a Rare se tornasse a desenvolvedora tecnologicamente mais avançada do Reino Unido. Seus gráficos (Que eram "3D", digamos) eram tão belos que impressionaram a Nintendo, o que fez na compra de 49% da Rare e no direito de produzir um jogo de um de seus personagem com sua Engine, e os irmãos Stampers escolheram Donkey Kong.

Desde assim, Donkey Kong Country foi lançado em 1994, e logo se tornou um sucesso de crítica, tornando-se o segundo jogo mais vendido da biblioteca do SNES, e o sucesso foi tão grande que lhe deram mais duas sequelas. Antes do lançamento do Nintendo 64, a Rare desenvolveu um jogo de luta de luta chamado Killer Instinct, que logo se tornou um dos jogos de luta mais sucedidos do Super Nintendo.

Logo depois, Rare ganhou mais reconhecimento internacional com o lançamento de GoldenEye 007, um First-Person-Shooter baseado no filme GoldenEye. O jogo em si é foi um grande sucesso, tanto que pela critica é considerando o melhor FPS já feito. Outros títulos de sucesso do Nintendo 64 incluem Banjo-Kazooie lançado em 1998, e constantemente Donkey Kong 64 e Diddy Kong Racing. Na mesma época, muitos funcionários deixaram a empresa e formaram novos estúdios. O mais notável deles era a Free Radical Design, que foi composta por vários membros da equipe de GoldenEye 007. A empresa desenvolveu a série de FPS de sucesso TimeSplitters, que foi um dos jogos mais elogiados de FPS da 6º Geração, embora a empresa foi adquirida em 2009 pela Crytek e renomeada Crytek UK.

Em 2000, a Rare lançou o sucessor espiritual de GoldenEye 007: Perfect Dark, que logo tornou um dos FPSs mais elogiados do console. Os últimos jogos da Rare lançados para o Nintendo 64 foram Banjo-Tooie e Conker's Bad Fur Day, ambos muito bem elogiados pela crítica.

Microsoft e a compra dos direitos da querida Rare!


No final de 2000, os trabalhadores da Microsoft visitaram a Rare. Em 24 de Setembro de 2002, a Microsoft adquiriu 100% da empresa, pagando um total de 375,000 mil dólares. Devido a isso, Rare começou a produzir seus jogos para o Xbox Original e ao seu sucessor: Xbox 360, sendo que franquias como Banjo-Kazooie e Conker se tornaram de direito da Microsoft, devido a compra da Rare. Porém, antes mesmo de ser adquirida, a empresa produziu Star Fox Adventures, originalmente planejado como Dinossaur Planet para o N64, sendo ele o único jogo produzido pela Rare para o GameCube. Infelizmente, devido a essa fase de acontecimentos, Donkey Kong Racing, que estava previsto para ser lançado para o GameCube, teve que ser cancelado. Sobre os direitos da Microsoft, a Rare produziu um Remake de Banjo-Kazooie para o Xbox Original (Como também para o Xbox 360), assim como um Remake para Conker's Bad Fur Day, que teve seu nome alterado para Conker Live & Reloaded, com sua linguagem vulgar censurada e com a capacidade de se jogar o modo Multiplayer Online. A empresa também produziu um Remake de Perfect Dark, agora chamado de Perfect Dark Zero, e atualmente, a empresa produz jogos para o Kinect.

Apesar dessa aquisição, a Rare ainda manteve o desenvolvimento de jogos para os consoles portáteis da Nintendo, devido ao fato da Microsoft não estar participando no mercado dos consoles portáteis. Em Agosto de 2003, a Microsoft fez um acordo com a THQ para publicar jogos produzidos pela Rare para o Game Boy Advance, como por exemplo Banjo-Kazooie: Grunty's Revenge e Banjo-Pilot, originalmente planejado para ser "Diddy Kong Pilot", antes da Rare ser adquirida pela Microsoft. Na E3 em Maio de 2004, a Microsoft afirmou que a Rare estava produzindo dois jogos para o novo console da Nintendo: O Nintendo DS. O primeiro desses jogos foi Diddy Kong Racing DS, um Remake do título lançado para o N64, agora com a possibilidade de se jogar Online através do Nintendo Wi-Fi Connection, porém sem a participação de Banjo e Conker, que estavam presentes na versão de N64, já o segundo game nunca se foi revelado.

Em 2 de Janeiro de 2007, Tim e Chris Stamper deixaram a empresa em busca de outras oportunidades. Desde então, Gregg Mayles e Mark Betteridge substituirão os irmãos, e começaram a produzir um novo jogo da franquia Banjo-Kazooie. Eis que então, em 2008 é lançado Banjo-Kazooie: Nuts & Bolts, que apesar das críticas sólidas, vendeu pior do que o esperado. Na E3 de 2013, foi anunciado um novo Killer Instinct para o Xbox One, e surgiu boatos que a Rare estaria produzindo um novo Banjo-Kazooie, mas nada confirmado.

É como eu disse, por mais que a empresa esteja no fiasco hoje em dia, temos que lembrar dela como a salvadora de muitas infâncias, jogos como Donkey Kong Country, Banjo-Kazooie, Conker's Bad Fur Day salvaram muitas tardes de deprimência, então só devemos dizer algo: Muito obrigado Rare por ter marcado minha infância! Espero que volte ao seu auge dos anos 90...


Gostou da postagem Nostalgica? Comente e deixe sua opinião, diga o que você sente por tudo que a Microsoft fez com a nossa pobre Rare nos comentários! Essa postagem termina aqui caros leitores, até a próxima postagem! =D

10 comentários:

  1. Que pena a Microsft ter comprado a Rare hoje os produtores de várias franquias famosas referidas ai já não estão mais na equipe e novo Killer Instinct nem está a ser produzido pela Rare. ;( Uma pena mesmo penso se a Nintendo comprasse a Rare denovo os antigos funcionários também voltavam! :D E ótimo post Shadow Mario.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado André! Realmente seria uma boa ideia a Nintendo comprar a Rare da Microsoft, o problema mesmo é o preço, já que acredita-se que a Microsoft não deixaria nem um pouco barato a compra de sua fiel produtora de jogos de Kinect atualmente. Abraços!

      Excluir
  2. Pra começar,esse foi um excelente post!
    Quem dera a Rare ainda estivesse nas mãos da Nintendo,hoje em dia,acredito que o Wii U estaria vendendo muito melhor do que realmente está,já teriamos um Killer Instinct 3 a muito tempo,e também acho que muitas novas IPs.
    Ei Andre Bia,esse KI está sendo feito por alguns funcionários antigos da RARE,e inclusive por alguns caras que trabalhavam em Street Fighter 2,acho que ele pode até ficar bom,mas não é um Killer Instinct.
    Nintendo,primeiro,revive todas as franquias (de Excitebike até Star Fox e F-Zero!),e depois compra a RARE e os seus ex-funcionários!
    OBS:esse segundo jogo que "seria" lançado pro DS é o Viva Piñata,que acabou sendo lançado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém teve coragem de mandar um e-mail pra Nintendo?
      E Shadow Mario,tem como adicionar algumas músicas de Gun Hazard nesse playlist,e colocar seleção aleatória (ou Shuffle)?

      Excluir
    2. Infelizmente, depois de copiar o link e botar no blog, o site do SCM Music Player não salva o código, iria dar um trabalhão pra botar tudo denovo (Muitas músicas) =|

      Excluir
    3. E obrigado pelos elogios, não sabia desse Viva Piñata, vou botá-lo no post =D

      Excluir
  3. Ótimo post shadow, Donkey Kong foi um jogo surpreendente do Super Nintendo, que jogo até hoje. Foi o essa franqui do DK, que deu uma sobrevida ao Snes, em uma época em que o Play Station estava surgindo arrasador. Graças a rare e a essa franquia o Snes conseguiu competir por mais tempo contra a nova e poderosa sony, que naquela época não tinha jogos com essa qualidade. Mas isso eu vou falar com mais detalhes lá no lixeirodegames, valeu até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Adriano! Realmente Donkey Kong Country foi um jogaço, com certeza um dos melhores jogos do SNES (Ao lado de Super Mario World e The Legend of Zelda: A Link to the Past). Abraços!

      Excluir
    2. Ao lado de muitos outros eu penso.
      Não podemos esquecer de Yoshi's Island,Chrono Trigger,Super Metroid,Final Fantasy VI,e alguns outros,muito difícil falar qual é o melhor jogo do SNES.
      Quem dera a Nintendo tivesse com a RARE,estivesse fazendo um DKC com gráficos mais detalhados,achei os gráficos do Tropical Freeze muito simples.
      Resta esperar para ver se a minha idéia para a Nintendo será usada (a que eu mandei no e-mail),bom,de qualquer jeito,ao menos eles responderam e falaram que iam usar a idéia da melhor maneira possível...

      Excluir
  4. Shadow Mario aperte em exportar playlist pegue o código java script do SCM Music Player e pronto pode adicionar suas músicas =D, adorei o Post eu adorava a Rare

    ResponderExcluir