sábado, 23 de novembro de 2013

Festas, Trapaças e Muita Briga na série Mario Party! - Parte 1




A série Mario Party é sem dúvidas um dos Spin-Offs mais conhecidos da série Super Mario. Nos dias atuais temos 9 jogos para consoles, 3 para portáteis e 3 para Arcades (Que são Ports de alguns jogos da série). Então que tal revisarmos essa grandiosa franquia? Vamos nessa!

Mario Party 1: O começo de tudo!


Era 1998, e chegava para o Nintendo 64 o jogo Mario Party 1, que se baseava nos clássicos tabuleiros de dado. Na história os personagens discutem para saber quem é o maior Superstar (Falar dessas coisas antigas me bate uma puta saudade), até que Toad dá a ideia de os personagens competirem em vários tabuleiros, e quem ganhar neles será o Superstar. Temos um total de 6 personagens, sendo eles Mario, Luigi, Peach, Yoshi, Wario e Donkey Kong.

No total, existem 8 tabuleiros jogáveis, sendo 2 desbloqueáveis (Os últimos que citarei): Mario's Rainbow Castle, Luigi's Engine Room, Peach's Birthday Cake, Yoshi's Tropical Island (Eu amava esse cenário!), Wario's Battle Canyon, DK's Jungle Adventure (Irônico que todos os jogos da série do Nintendo 64 abreviavam o nome do Donkey Kong), Bowser's Magma Mountain e Eternal Star (Quem jogou sabe como essa fase era uma desgraça!).

O objetivo do Modo Party era muito simples: Comprar uma Power Star (Sim, as famosas estrelas do Super Mario 64) por 20 moedas, porém, para fazer isso, o jogador deveria ganhar Minigames que vinham depois de um turno completo, assim ele ganhava as respectivas moedas. Cada jogador tinha seu turno para jogar, jogando um dado e se locomovendo pelos cenários. Existiam Spaces que tem ajudavam ou atrapalhavam. O Azul lhe dava 3 moedas, o Vermelho tirava 3 moedas, o ? fazia um evento especial acontecer e etc.

Vale destacar o Bowser Space, onde o Bowser fodia legal com quem caísse no espaço. Falando mais dos Minigames, existam 4 tipos deles: 4-Player Minigame (Todo mundo contra), 2 VS 2 Minigame (2 contra 2, ambos do mesmo time ganhava 10 moedas ao vencer), 1 VS 3 Minigame (1 contra 3, as vezes o cara sozinho atacava no Minigame ou vice-versa) e 1-Player Minigame (Sozinho para ganhar moedas). O primeiro jogo era divertidíssimo, trazia Minigames, Músicas (Clique aqui e ouça uma ótima música) e Tabuleiros excelentes. O único problema era alguns Minigames que o jogador devia girar o analógico, que causavam bolhas na mão e as vezes até mesmo quebrava o analógico de seu Nintendo 64. Mesmo assim, foi um belo começo para a série!

Mario Party 2: Aperfeiçoando a diversão do primeiro jogo!


Um ano depois, é lançado para o mesmo console Mario Party 2, que aperfeiçoava tudo do primeiro jogo e ainda corrigia os erros cometidos anteriormente. A história segue no mesmo rumo do Mario Party 1, só que dessa vez a turma do Mario discute qual vai ser o nome do mundo onde vivem! Mario diz que o nome perfeito seria Mario Land, mas Wario chega ao local e explica que com a Wario Land, o mundo seria bem melhor.

No meio da briga, surge a Princesa Peach, que diz que a Toadstool Land o mundo ondem vivem seria fofo e... lindo? Mas todos caem no sono com o papo da princesa. Bowser então chega e proclama que o lugar se chamará Bowser Land! Um Koopa Troopa chega ao local onde os heróis estão e pede a ajuda deles, e eis que a jornada entre o bem e o mal começa!

Ainda temos os 6 personagens do jogo anterior, e dessa vez temos apenas 6 tabuleiros. Mas não se engane, a diversão ainda é a mesma. Os tabuleiros são: Pirate Land, Western Land, Space Land, Mystery Land, Horror Land e Bowser Land (Desbloqueável). O mais mágico de tudo é que em cada tabuleiro, os personagens usava uma roupa diferente (Roupa de Pirata na Pirate Land e ai vai dependo do estilo do cenário).

Os tipos de Minigames ainda são os mesmos, só que dessa vez, se alguém cair no Bowser Space, o Bowser pode selecionar algum Minigame com suas características, e aquele que ganhar será livre, já os outros 3 levaram uma bela surra de pau mole do Bowser. As músicas mantinham a mesma qualidade do primeiro jogo (Exemplo aqui). Uma grande novidade que o game apresentava era os Itens, que o jogador comprava nas lojas para ajudá-lo em algo (Exemplo: O Mushroom lhe dava um segundo dado para conseguir andar mais pelo tabuleiro).

Enfim, Mario Party 2 melhorou todos os aspectos do primeiro jogo, se tornando (Sem sombras de dúvidas) um dos jogos mais marcantes do próprio console. A série estava caminhando cada vez mais para a perfeição, será que o terceiro jogo conseguiria fazer o mesmo?

Mario Party 3: Elevando a Diversão e Criatividade ao Infinito!


Depois do grande sucesso de Mario Party 2, no ano seguinte foi lançado Mario Party 3, que simplesmente arrasou em todos os sentidos! A Hudson Soft, que produziu e criou a série (Também criadora do Bomberman), fez um ótimo trabalho no terceiro jogo. No enredo do Game, Mario e seus amigos estavam relaxando fora do Castelo da Peach, até que uma estrela cai do céu e nossos personagens vão até lá. Com a estrela, eles encontrar um dado azul e uma caixa de brinquedo. O dado azul, se revela a ter vida, juntamente com a grande estrela, juntos eles são Tumble (O dado, que é o assistente da estrela) e Millennium Star. A estrela desafia os nossos heróis com várias partidas de tabuleiro, e os bota dentro da caixa de brinquedo. Eis que a aventura começa!

Temos todos os 6 personagens de antes nesse jogo, mas agora com a inclusão de 2 novos personagens: Daisy e Waluigi (Essa é a segunda aparição do rival de Luigi). Temos 6 tabuleiros aqui: Chilly Waters, Deep Bloober Sea, Spiny Desert, Woody Woods, Creepy Cavern e Waluigi's Island (Desbloqueável). Porém, também temos outros 6 tabuleiros que existem no modo Duel (Esse é o jogo da série com mais tabuleiros). Estes são: Gate Guy, Arrowhead, Pipesqueak, Blowhard, Mr. Mover e Backtrack (Desbloqueável).

Uma grande novidade dessa vez são os Duel Minigames, onde um personagem desafia o outro. Outra novidade é que agora os Itens são mais variados, ou seja, os Shops possuem mais tipos de Itens. E existem 2 tipos de Shops: Toad Shop (Onde nosso amigo Toad vende itens que nos ajuda) e Koopa Kid Shop (Onde o desgraçado do Koopa Kid vende itens que fodem os outros). Esqueci de citar a Magic Lamp do Mario Party 2, que volta nesse jogo também. Ela invoca um gênio que nos leva rapidamente para a Power Star, sem termos que andar até lá.

Outra novidade (Esse jogo é rico em criatividade) também muito foda são os Battle Minigames, onde batalhamos pelo dinheiro dos outros. É bem simples: Uma roleta é girada pela Millennium Star, e o número de moedas que sair dela será pega de nós (Isso vale pra todos). Quem ganhar o Minigame, ganha tudo!

Bowser também está aqui nesse jogo, mas não como antagonista principal. Mesmo assim, ele ainda fode com os outros. O fato mais marcante do Bowser aqui é o Bowser Phone, um item que faz você ligar para o grandalhão. Ele te dá uma lista dos personagens presentes na partida, e você escolhe quem ele irá foder naquele exato momento, é hilário! O pior de tudo é que dá para você escolher você mesmo nisso!

Mario Party 3 é simplesmente fantástico. É divertido, engraçado e também traz músicas ótimas (Exemplo aqui). Na minha humilde opinião, ele é o melhor jogo dos 3 lançados para o Nintendo 64 e também um dos melhores da série. A nova Geração estava chegando, e com o GameCube, a série precisava continuar também lá.

Mario Party 4: Melhorando na jogabilidade e gráficos!


Com a chega da nova geração, o GameCube, a série Mario Party precisava prosseguir juntamente com os outros Spin-Offs do encanador. Lá estava 2002 e a chegada de uma nova Era para a série. Mario Party 4, primeiro jogo da série na 6º Geração, evoluiu muito nos gráficos! Muito mesmo! E a jogabilidade, que agora usava todos os botões do GameCube, estava bem mais difícil. Mas acalme-se, ainda estava divertido.

Na história, nossos heróis encontram um saco gigante (Não pense besteira em! É um saco de moeda, praticamente), voando em direção ao castelo. Quando ele chega ao centro do lugar, se revela estar dentro daquilo um Cubo Gigante com Toad, Koopa Troopa, Goomba, Boo e Shy Guy, que convidam a turma do Mario para uma jogada de tabuleiros, sendo que um dos personagens (Na lógica o vencedor dos jogos) irá ganhar um presente de aniversário.

Temos aqui os mesmos 8 personagens do Mario Party 3, e temos 6 tabuleiros nesse jogo: Toad's Midway Madness, Koopa's Seaside Soiree, Goomba's Greedy Gala, Boo's Haunted Bash, Shy Guy's Jungle Jam e Bowser's Gnarly Party (Desbloqueável). Aqui temos a novidade de novos itens, como os Mega Mushroom e Mini Mushroom, que fazem você ficar gigante ou pequeno. Existe também uma versão Super deles, que lhe permite soltar um segundo dado. A forma gigante faz com que você esmague seus oponentes e roube deles 10 moedas, já a forma pequena faz você atravessar tubos que te levam a lugares com várias ajudas e atalhos, e as vezes a Power Star cai num lugar a frente de um tubo.

Vale lembrar que esse é o último jogo que apresenta o Donkey Kong como personagem jogável, já que nos próximos ele irá aparecer como um personagem de apoio. Existe no jogo um Modo Bônus, onde é acrescentado 2 tabuleiros: Mega Board Mayhem e Mini Board Mad Dash. Também existe um Modo de Volley, onde é possível jogar com os personagens e os personagens de apoio. Até mesmo Bowser é jogável aqui, e olha que ele nunca foi jogável na série fora disso daqui!

Mario Party 4 também é um jogo muito bom. Está ao mesmo patamar dos 3 jogos anteriores, e traz novidades bem divertidas. Novamente, as músicas são ótimas (Exemplo aqui). A Hudson ficou muito satisfeita com o rumo que a série estava levando, seria o quinto jogo da série, que viria a seguir, tão bom quanto os outros?

Mario Party 5: Mágico e Muito, Muito Divertido!


Um ano depois do lançamento Mario Party 4, é lançado em 2003 o Mario Party 5. Cara, como eu amo esse jogo! Não acho ele o melhor, mas amo ele mesmo assim! Dessa vez a história foca em nossos heróis se aventurando pelo mundo dos sonhos, para impedir que Bowser transforme tudo em um pesadelo. Esse jogo é simplesmente um dos melhores da série! Inovou pra caramba, e deixou tudo com aquele olhar "OH MEU DEUS, ISSO É TÃO MÁGICO!". Pra vocês terem uma ideia, a atmosfera desse jogo lembra os antigos desenhos da Disney.

Dessa vez temos 10 personagens! Os 7 originais e 3 novos (Sendo que Donkey Kong já não é mais jogável): Toad, Boo e meu querido Koopa Kid. Sério, jogar com o Koopa Kid me causava orgasmos Nerds (Afinal, ele é quase o Bowser, e chega a ser bizarro ver ele ferrando com o Koopa Kid). Dessa vez tínhamos 7 tabuleiros (Eu disse que a coisa tava ficando cada vez melhor), sendo eles: Toy Dream, Rainbow Dream (Homenagem ao Mario's Rainbow Castle do Mario Party 1), Pirate Dream (Homenagem ao Pirate Land do Mario Party 2), Undersea Dream (Homenagem ao Deep Bloober Sea do Mario Party 3), Future Dream (Homenagem ao Space Dream do Mario Party 2), Sweet Dream (Homenagem ao Peach's Birthday Cake do Mario Party 1) e Bowser Nightmare (Desbloqueável e aparentemente uma homenagem ao Bowser's Magma Mountain do Mario Party 1).

Dessa vez, ao invés de Itens temos Capsules, que funciona de uma forma semelhante. Elas são encontradas em Capsule Dispensers, e podemos pegá-las de graça. A penalidade de dinheiro é no uso do item. Porém, a maior novidade delas é poder botá-las em um Space. Exemplo: Você joga uma Hammer Bros Capsule em um Space Azul, um adversário para naquele lugar. O que acontece? O Hammer Bros arranca 10 moedas desse personagem. Sensacional. Mas não se engane, esse dinheiro arrancando não será seu, o adversário só vai perder mesmo.

Vale citar que as Star Spirits, do Paper Mario, aparecem aqui para nos ajudar na batalha contra Bowser.
Existe aqui uma grande novidade, um Modo Bônus chamado Super Duel Mode, onde o jogador pode criar seu próprio carro de batalha para seu personagem. Ao vencer o Campeonato, é desbloqueado o Donkey Kong para se jogar nesse modo. O modo Volley do Mario Party 4 voltou (Mas sem o Bowser jogável) e um outro modo foi acrescentado também: Hockey, que é bem divertido para se jogar.

Mario Party 5 é sem dúvidas um dos melhores jogos da série. Ele é fantástico em todos os sentidos! Os tabuleiros, Minigames, personagens, modos e, principalmente as músicas (São mágicas, confira aqui um exemplo). Novamente que um outro jogo viria a seguir, e seria ele melhor do que os outros 5 lançados?

Não resisti, tive que usar a mesma imagem do post do GF Haha!

6 comentários:

  1. Série fantástica,post fantástico!
    Isso só mostra como um simples jogo de tabuleiro,pode-se tornar em um diversificado e complexo (na indústria de games).
    Nunca joguei Mario Party.Já até cheguei a baixar,mas não tenho um amigo pra jogar.E sei lá,não é a mesma coisa você jogar sozinho,parece que o jogo perde a "magia".Deve ser uma maravilha jogar este jogo nas férias ou no natal.
    Uma pena que os últimos da série estão caindo de qualidade.
    Essa imagem no final do post é muito boa,pode usar ela o quanto você quiser hehehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado! Mario Party é um puta jogo bom mesmo. Mas sozinho não vale a pena jogar (A não ser se for para desbloquear as fases e personagens). Já que você tem um Wii agora, é uma boa correr atrás dos jogos de GameCube ou pegar o Mario Party 2 no Virtual Console.

      Mas aconselho não pegar o Mario Party 8, ele é de longe o pior jogo da série (É até divertido com os amigos, mas a qualidade do jogo é muito inferior a dos outros jogos). Essa imagem é ótima para posts que terão uma segunda parte Haha!

      Excluir
    2. Meu Wii tem de estar desbloqueado até o natal.
      Irei seguir seu conselho e pegarei o Mario Party 3 (não tô muito animado a ficar comprando jogos na VC,porque alguns são meio caros).

      Mario Party 8 foi o último feito pela Hudson Soft,se não me engano (também porque a empresa quase faliu e depois foi comprada pela Konami).

      Essa imagem é muito boa mesmo,vou usar ela sempre.Acho que ela pertence à "De volta para o Futuro" ou "Back to the Future".

      Excluir
  2. Mario párty é uma das séries mais incríveis que já joguei(Na verdade eu to jogando faz um tempo) do Mario junto com várias outras.

    O que eu mais gostei foi o 5,exceto pelo fato de Donkey Kong não estar no jogo como personagem jogável,tem uma grande mágica jogando em multiplayer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Mario Party em Multiplayer é algo magico. O 5 certamente é amado pelos fãs da série. Obrigado por comentar.

      Só achei lamentável aqui que apenas 2 pessoas comentaram nesse post que demorei 3 horas para fazer. Não sou o tipo de pessoa que pede muito para os outros, mas tentem comentar mais nos posts galera (Não só nos meus, mas nos de todos os redatores).

      Excluir
    2. É isso aí,os redatores tem de comentar mais,inclusive no meu post sobre Star Wars Jedi Knight só você comentou Shadow Mario.
      Até o Larry percebeu isso.
      Vamo comentar mais aí gente.

      Antes as postagens atingiam (em média) mais de 200/300 visualizações,e houve postagens que atingiram mais de 1000 visualizações.E a média de comentários era bem maior,chuto que eram uns 10 comentários por posts.

      Sei que fiquei um bom tempo sem fazer postagens,e acho isso errado,por esses dias eu estou com tempo pra isso.Mas a verdade é que eu estou com vários posts quase sendo finalizados,e provavelmente serão lançados esta semana.

      Excluir