sábado, 22 de fevereiro de 2014

Sonic The Hedgehog - A franquia com a maior queda de qualidade dos Games


Não, isso não é uma analise ou alguma notícia, como o blog vem atualmente postando. Hoje trago um post sobre a franquia Sonic The Hedgehog, que começou com um puta jogo bom em 1991 e está viva até hoje. Porém, que com o passar do tempo, decaiu em sua qualidade por decisões idiotas da Sega, sua criadora. Lembrando que este post leva em consideração a minha opinião e alguns fatos que, realmente, aconteceram com a franquia. Sem mais delongas, vamos lá!

Era Clássica!

 
Sem dúvidas, a melhor "Era" do Sonic, foi a Era Clássica. A Era onde nos foi apresentado o ouriço que tinha, como objetivo, derrotar o maligno Dr. Robotnik. Essa Era em si, foi composta por vários games que, eram espetaculares. O primeiro Sonic The Hedgehog, de 1991, certamente foi um jogo que bateu de frente com o Super Mario World, da Nintendo. Ele trazia uma ótima Trilha Sonora, uma impecável jogabilidade, ótimos efeitos sonoros e gráficos muito bons para o Mega Drive.

O enredo, por sua vez, era simples. O ouriço mais veloz do mundo, precisava derrotar um cientista que tinha conquistado as Chaos Emeralds, que poderiam ajudá-lo a dominar o mundo de Sonic. O sucesso do game, lhe garantiu uma sequência que tinha todos os seus elementos melhorados. Sonic The Hedgehog 2, trazia Tails, o companheiro inseparável de Sonic em sua primeira aventura.

Um fato curioso, que poucos sabem, é que Sonic Spinball só surgiu graças as fases de Casino que o segundo jogo apresentava. Depois deste game, veio então Sonic The Hedgehog 3 e Sonic & Knuckles, considerados por muitos os melhores da franquia. Ambos trouxeram um novo personagem, Knuckles. Ele que esteve do lado do mal em Sonic 3, e ajudou o ouriço a derrotar o Dr. Robotnik em S&K.

Na época, com o a 5º Geração chegando, a Sega lançou um aparelho que aumentava a capacidade do Mega Drive: O Sega CD. E com esse aparelho, surgiu o game Sonic CD. Trazendo Metal Sonic e Amy Rose como novos personagens, esse certamente é um de meus jogos preferidos da franquia. Sério mesmo, lembro como se fosse ontem a primeira vez que encostei meus dedos nesse clássico.

Também teve aquele Sonic 3D Blast, mas o jogo é tão horrível que não irei comentar sobre ele. E o Dr. Robotnik's Mean Bean Machine é só um Spin-Off, então whatever.

Era Moderna!


Foi então, que em 1998, com a chegada do DreamCast, a Sega resolveu mudar as coisas. Sonic Adventure foi o jogo que mudou TOTALMENTE o conceito da série, mas de forma desagradável. Primeiramente, se teve a inclusão de enredos complexos, algo que não combina com jogos de plataforma. E em segundo lugar, o que mais me perturba, é o fato de terem socado o Sonic na Terra. O jogo veio com a ideia de demostrar o poder gráfico do console, e por esse motivo, tivemos cenários nada criativos e bem genéricos.

A jogabilidade do jogo é outra coisa que desaponta. O conceito 3D na série, nunca deu certo e isso é fato. E certamente que aqui foi onde as coisas se concretizaram. Controlar o Sonic, em alta velocidade, beira o injogável. É quase impossível controlar o personagem, e morrer em abismos por causa da velocidade é bem fácil. Também temos a inclusão de Gameplays alternativos, mas isso é algo tão estúpido que nem merece ser levantado como assunto aqui.

Sonic Adventure 2 foi lançado em 2001 para comemorar os 10 anos da franquia, e adivinhe só? Os mesmos problemas do jogo anterior, estão aqui. Porém, se o enredo do primeiro jogo já não era forçado demais, aqui as coisas pioram. Temos a inclusão do Shadow, um personagem ridículo que, aparentemente, vem virando o segundo protagonista da série. Francamente, desde a criação desse personagem, ele vem ganhando mais destaque do que o próprio Tails. E ele teve até uma desgraça em forma de jogo, lançada para a 6º Geração.

Sim, eu odeio o Shadow e não há nada que você possa fazer para mudar minha opinião. Pelo menos, ambos os jogos traziam uma Trilha Sonora boa, mas que é bem fraca se comparada a dos clássicos jogos. Sonic Heroes, que veio depois, é um jogo... Ok, eu diria. Ele não soa tão ridículo quanto os outros jogos Modernos, apesar dos infinitos bugs que o jogo carrega.

Sonic 2006 é simplesmente um chute no saco e uma facada nas costas da franquia. Eu não tenho comentários o suficiente para definir como esse jogo é terrível. Com certeza, no meu Top 10: Piores Jogos de Todos os Tempos, este jogo estará na lista. Sonic Unleashed também é um jogo horrível que não traz qualidades vistas. O conceito do Werehog é tão ridículo que chega a ser piada, e o vilão não fica muito longe disto também. E nem venha com "As fases de dia são boas", pois controlar o Sonic nesse jogo consegue ser MIL vezes pior do que no Adventure.

O QUE DIABOS ESTÁ ACONTECENDO AQUI?
O Boost é sufocante, já que o uso disto não permite você ver NADA do que está na sua frente. E as fases em si se resumem a correr pra caralho e terminar a fase. Isso é tão tosco e mal feito que me dá agonia ao lembrar que isso, é um jogo de plataforma. E não para ai por ai não: Fazer uma curva com o Sonic nesse jogo é fisicamente impossível, já que você vai esbarrar com tudo na parede.

Pelo menos, tivemos Sonic Colors e Sonic Generations, ambos jogos muito bons que merecem ser jogados pelos fãs do Sonic Clássico. E então, atualmente, a Sega veio com sua nova bomba: Sonic Boom. Eu não vou entrar muito em detalhes, pois já fiz um post disso.

Em resumo, a franquia do Sonic teve uma queda consideravelmente grande em qualidade. Digo, apesar de Colors e Generations terem sido bons, ainda sim não estão ao patamar dos jogos clássicos. Sonic Lost World é um jogo que tentou resgatar o conceito clássico, mas fracassou miseravelmente, já que ainda existem muitos elementos modernos naquele jogo.

E creio eu, que se a Sega fizer realmente o "Sonic Adventure 3" que esses fanboys tanto desejam, a franquia irá morrer de vez (Isso é, se ela já não morrer com o Sonic Boom). A série, para voltar a seu padrão de qualidade, precisa voltar TOTALMENTE ao conceito clássico, e não só trazer cenários, como Heroes e Lost World fizeram. É realmente triste, a situação do personagem que já foi considerado o rival do Rei dos Games.

E então? Gostou da postagem? Comente ai, que talvez eu responda. Criticas são bem-vindas, desde que não seja algo relativamente idiota. Essa postagem termina por aqui caros leitores, até a próxima postagem! =D

13 comentários:

  1. Muitos críticos trucidam a existência do pobre “lobespinho” apenas pelo fato dele não ser o Sonic rápidoqueconhecemos. A criação do personagem e a história do jogo são muito bem boladas, dentro do próprio universo de Sonic. Não queiram forçar em mim a idéia de que é absurdo existir um Werehog. Se pode existir um SuperSonic, por que não algo mais sombrio? Já bem nos ensinava Kingdom Hearts que a luz e a escuridão não podem existir sozinhas. Eis que quando o Team Sonic diz isso, se torna inaceitável. Curioso, não?

    Como um amante de videogame como um todo, e não apenas um Sonicboy, eu amei o fato de poder experimentar uma jogabilidade diferente, dentro de um mundo que eu amo. Elementos de RPG, combate com direito a combos e upgrades, plataformas e exploração no estilo Tomb Raider e puzzles para alcançar novas habilidades estão espalhados por todo o jogo. Por que isso não pode ser visto como um elemento de adição?

    “Ah, eu não gostei dessa coisa dele se transformar em monstro”. Tudo bem, todos temos direito a não gostar de algo. Porém, ao ver o trailer de lançamento do jogo, juntamente com a proposta dele, já sabia que iria encontrar fases à noite que me proporcionariam muita plataforma, combate e pouca velocidade. E eu estava querendo muito ter aquela experiência. Se não gostou disso, por que comprou o jogo então? O “monstro” está não somente na capa no nome “Unleashed”. Dizer que ele é ruim por conter esse aspecto é, no mínimo, paradoxal.

    E o nome Sonic, como sabemos, faz referência à velocidade do som. Respondam-me em que jogo 2D podemos evidenciar esse fato? Bem, com certeza ele era mais rápido que os personagens de outros títulos, mas nada que atingisse velocidades impossíveis de se acompanhar com os olhos. Sonic Unleashed traz exatamente essa sensação de quebrar a barreira do som para atingir velocidades mach. Quem consegue controlar algo assim tão veloz?

    Assim como nos primeiros jogos, é possível fazer caminhos diferentes, uns mais rápidos que outros; alguns mais difíceis, e assim por diante. O interessante é que nesse jogo o mais difícil é o que te exige mais velocidade. Por muitas vezes, desacelerar não é uma opção, e por outras, atingir a machspeed é suicídio. Em algumas fases da era 2D, correr inadvertidamente era também um risco alto. O jogador precisava conhecer bem o jogo antes de fazer isso. Sonic Unleashed apenas leva isso ao extremo.

    Conheço mais de dez pessoas que compraram o jogo e desistiram em menos de duas semanas. Eu perguntei o motivo da desistência e tudo que eu ouvia era: “é rápido demais”, “é impossível passar das fases com tanta velocidade”, “os momentos de plataforma são impossíveis”, “é frustrante de tão difícil”. Admito que Sonic Unleashednão seja pra qualquer um, mas dizer que é um jogo ruim por isso? Bem, quem não aguenta que jogue Mario.

    Alguns críticos afirmam que o botão de pulo por muitas vezes não responde imediatamente. Na verdade, os aclamados amigos não perceberam que a física do jogo durante as corridas está superior ao que antes era visto. Devido à extrema velocidade de Sonic, o pulo deve ser dado com maior antecedência ao obstáculo. Pouquíssimos jogos até hoje fazem isso. A SEGA recebeu tantas críticas quanto a isso que, ao fazer Sonic 4, retirou completamente a inércia dos movimentos do porco-espinho. Ficou ridículo. Um verdadeiro jogador de Sonic leva um bom tempo pra se acostumar com a falta de momentum. Um bom jogador de Need for Speed entende bem o que eu estou dizendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entenda:
      Não é o design do Werehog que é ruim,mas sim suas fases,que tem um level design horrível.
      O ritmo das fases é lento e enjoativo,e você só fica batendo batendo e batendo,e não faz mais merda nenhuma.
      Elas se repetem toda hora e são sempre as mesmas,apenas os ambientes mudam.

      Cara,você tá querendo dizer que o jogo tem uma história bem bolada?
      Isso quebra o gameplay todo de um jogo de plataforma,em que é preciso ter histórias mais simples,porque se não você e o jogo perdem FOCO.

      Exploração no estilo Tomb Raider?
      Tá brincando né?
      A exploração em Tomb Raider é mil vezes melhor que Sonic Unleashed,nem vem.
      O problema não foi adicionar elementos de "exploração e RPG",e sim que isso ficou RUIM,mal EXECUTADO.
      Física superior ao que antes era visto?
      Pelamor...

      E nem venha falar que o jogo é difícil ou "não é pra qualquer um".
      Você parece o maior fanboy de Sonic 06,que fica falando as mesmas coisas,que "ninguém aceitou porque é um jogo diferente,com uma proposta diferente".
      Até muitos fanboys de Sonic,admitem que a série piorou MUUIIITO.

      Na boa,nunca vi tanta fanboyolagem em um só post,e uma pessoa com um senso crítico tão baixo assim.
      Aceita que Sonic Unleashed é ruim!

      Excluir
    2. Primeiro: O que Tomb Raider tem a ver com Sonic? A partir deste ponto, eu já considerei seus argumentos totalmente inválidos. Sonic é Sonic, Tomb Raider é Tomb Raider. Não existe ligação NENHUMA entre os jogos. Um é de plataforma, outro de ação/aventura.

      O nome Sonic não referencia totalmente a velocidade. Sonic é um personagem rápido, mas seus jogos não possuem só foco nisso. Ele é um jogo de plataforma, e devido a isso, precisa ter algo relevante a pulos.

      Coisa que não existe em Sonic Unleashed. Como eu mesmo disse no post, as fases se resumem a correr e correr. Apenas isso. Chega a ser MUITO entediante.

      Mas não vou me dar ao trabalho de responder, já que o GF já o fez e o agradeço por isso.

      E mais uma coisa: Eu não comprei o jogo, e sim joguei emprestado de um amigo. Flw.

      Excluir
  2. Ótimo post Shadow Mario!Mas na minha opinião tenho de discordar em alguns pontos.
    Pessoalmente não acho que seja tão difícil de controlar ou que seja enjoativo no Sonic Adventure,acho até que é como Sonic deve ser controlado e Sonic Adventure 2 só deixou-o ainda mais fluído e rápido.
    Outra coisa,porque não gosta da mecânica do boost no Sonic Unleashed e depois gosta do Sonic Generations?Mas concordo,é difícil controlar o Sonic assim,mas com o tempo acho que torna a jogabilidade melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É essa parte que eu acho igual ao Sonic Unleashed em Sonic Generations:
      As partes com o Sonic moderno.
      São iguais,com a diferença do level design do Generations,que é melhor.

      Excluir
    2. Exatamente. As partes do Sonic Moderno, realmente lembram do Sonic Unleashed. Porém, houve grandes melhorias:

      O Boost, no Generations, não te deixa com uma velocidade tão exagerada quanto no Unleashed.

      O Sonic em si está bem mais controlável do que era antes.

      E o Level Design, como o GF mesmo citou, está bem melhor do que no outro jogo.

      Excluir
    3. Certo percebi e concordo. xD
      Eu até gosto do Sonic Unleashed no PS2 ou no Wii,porque há mais plataforma e o Sonic controla-se perfeitamente!Além disso,o Werehog tem fases mais pequenas e mais divertidas.

      Excluir
    4. É verdade,digo isso porque eu tenho a versão de PS2,em que as partes de dia e do Werehog são melhores,porém,ainda sim o jogo é ruim (só me divertiu porque na época eu tava sem nada pra jogar).

      Excluir
  3. Ficou muito boa essa postagem Shadow Mario.
    Só acho que o Werehog é ruim tanto no design,quanto nas suas fases com level design porco,e que não tem nada a ver com a essência de Sonic.
    E as fases de Generations (com o Sonic moderno) são parecidas com as de Unleashed (de dia) apesar delas serem melhores.

    Tomara que a Sega não ouça esses fan(boys),porque se sair um Sonic Adventure novo,provavelmente vai explodir não só a série,mas também a empresa,que já anda mal das pernas a um tempinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. O Werehog em si já é abominável por estar lá sem motivo nenhum. Não existe uma explicação para o Sonic ter virado aquilo. É tipo: "Ele virou um ouriço/lobisomem e você tem que aceitar".

      E tomara mesmo que a Sega não ouça esses Fanboys. Se depender dessas criaturas com seus pedidos de merda, a franquia morre de vez.

      Excluir
  4. Ótima postagem Shadow Mario.
    Concordo plenanente,esses jogos do sonic moderno foram uma cagada,e na boa,aqueles que dizem que Sonic 2006 tem "uma proposta diferente" são os mesmos que acham o Unleashed bom.

    Sobre Sonic Adventure,não suporto aquilo,me da odio ver fanboys pedindo o 3,a merda que concerteza a Sega não lançarà,nem hoje,nem amanhã,nem nunca.

    Sonic não se encaixa com histórias forçadas,e não tem como não esbarrar na parede mais próxima que aparecer.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da ideia da Sega de tentar "reviver" o Sonic Moderno, mas não, não deu. Indo ao que parece ser o principal aqui, Sonic Unleashed... Nunca joguei, não posso falar nada, mas pelo que vejo... É uma merda. E sim assim tira o Foco do principal. O Shadow e os outros incluidos no moderno são apenas uns personagens desnecessários da franquia. Assim complica demais e ainda perder o foco dos pesonagens principais e fazer um jogo só dele? Blz, façam outros assim que vai morrer mesmo.

    ResponderExcluir
  6. PARABÉNS!Definiu tudo direitinho,tenho que concordar com tudo que você disse,mais só quero te lembrar que no Sonic 3,Knuckles não é exatamente um vilão,ele é um cara bom que foi enganado pelo Robotinik que disse que Sonic queria fazer mal com as esmeraldas e o Sonic & Knuckles,ele é o próprio Sonic 3,porém depois do Knuckles descobrir a farsa do robotinik,mais fora isso ótima observação

    ResponderExcluir