quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Analise: Sonic Generations


Saudações caros leitores! Finalmente estou de volta depois de 2 meses sem postagens. Hoje trago para vocês a analise de um jogo, que para ser sincero, já estava a anos planejando fazer um post. Sonic Generations, jogo lançado para o Xbox 360, PlayStation 3 Nintendo 3DS (No qual receberá uma analise separada futuramente) e PC em 2011 para comemorar os 20 anos da franquia Sonic The Hedgehog. Antes de mais nada, quero lhes avisar que o redator Kamek UGB voltará ao blog em breve com um post de seu quadro Pergunte ao Kamek. Sem mais delongas, vamos lá!


A história do jogo se inicia em um belo dia na Green Hill Zone, onde o Classic Sonic (O Sonic tão amado do Mega Drive/32X/CD) estava correndo livremente, até se deparar com uma criatura chamada Time Eater. Pulando a cena para um "futuro", vemos Modern Sonic (O Sonic que protagonizou os horríveis jogos de DreamCast e outros abismais da 6º e 7º Geração [Com exceção do Sonic Colors]) e seus amigos comemorando seu aniversário, até que o Time Eater, de forma inesperada, surge e coloca todos seus amigos em um "buraco de tempo". Sonic tenta reagir, mas é golpeado e fica inconsciente.

Após acordar em um lugar misterioso sem cores, Modern Sonic salva alguns de seus amigos passando por fases clássicas do Mega Drive (Mesmo que isso não faça sentido algum), e se depara com seu "eu" do passado, onde juntos irão salvar todos seus amigos e derrotar o Time Eater para corrigir o fluxo do tempo.


Como todos sabem, o Gameplay de Sonic Generations é dividido entre duas determinadas jogabilidades:

Classic Sonic: No qual possui um Gameplay semelhante aos dos jogos de 16-Bits e 32-Bits. Com ele, podemos dar o Spin-Dash e fazer todos os outros movimentos que o personagem fazia em jogos como Sonic The Hedgehog 2. Com ele, os clássicos monitores, bem como as bolhas, são usadas durante as fases.

Modern Sonic: Que se utiliza do mesmo Gameplay do Sonic Unleashed. Porém, aqui o Gameplay e o Level Design são muito melhores. Enquanto no Unleashed as fases eram nada mais do que correr para frente, aqui temos sessões de plataformas e vários caminhos alternativos para decorrer. Além de usar Homing Attack e o Boost durante as fases.

O jogo conta com apenas 9 fases. Sim, são muito poucas, mesmo que cada uma é jogada com um Gameplay diferente. Em cada fase, após completá-la com um Sonic, devemos rejogá-la com o outro afim de salvar um de nossos amigos. Isso é obrigatório para conseguir prosseguir no jogo. Aliás, o Game conta com 3 Eras: Era Clássica (Green Hill Zone, Chemical Plant & Sky Sanctuary), Era DreamCast (Speed Highway, City Escape & Seaside Hill [Mesmo que está não tenha surgido de um jogo do DreamCast]) e Era Moderna (Crisis City, Rooftop Run & Planet Wisp).

Uma vez que as fases foram todas remasterizadas, muitas delas também foram reimaginadas. A Crisis City, do Sonic 2006 por exemplo, sofreu várias mudanças (Desde o Level Design) para se adequar ao Gameplay Moderno do personagem. Inclusive, todas as fases com Gameplay Clássico, realmente soam como tal (Em outras palavras, realmente se parecem, como se tivessem vindo dos jogos Clássicos). A Rooftop Run, por exemplo, ficou excelente, com vários caminhos e interação sobre o cenário.

Além das próprias fases em si, em volta de seus Hubs (Lugar de acesso à fase), existem várias missões alternativas em volta delas (Como corrida contra Doppelganger, corrida contra outros personagens, terminar a fase em um determinado tempo e etc). Muitas delas, além de desbloquearem músicas, também desbloqueiam Key Bosses, que precisam ser coletadas para derrotar o Boss e assim, ir para outra Era.


Em compensação das poucas 9 fases, cada Era conta um Rival e um Boss. A Era Clássica, apresenta Metal Sonic (Do Sonic CD) e Death Egg Robot (Do Sonic 2), a Era DreamCast apresenta Shadow The Hedgehog (Sonic Adventure 2) e Perfect Chaos (Sonic Adventure) e a Era Moderna apresenta Silver The Hedgehog (O personagem veio do Sonic 2006, mas sua batalha em Generations não veio de lá) e Egg Dragoon (Com a diferença que não estamos [Felizmente] controlando o Werehog), bem como o Time Eater (Que traz um reviravolta no final). Praticamente, todas as batalhas sofreram mudanças drásticas em comparação à sua versão original.

Mas não pense que isso é ruim. Por mais que as batalhas sejam fáceis, muitas delas sofreram melhorias. A batalha do Perfect Chaos, por exemplo, que eu achava ridícula no Sonic Adventure pois só precisávamos correr para frente, aqui está muito melhor. Além de várias sessões de plataforma, o vilão nos manda vários tornados de água, bem como abismos no chão.


Os gráficos de Sonic Generations são lindíssimos. O jogo faz uso da Hedgehog Engine (O mesmo motor gráfico do Sonic Unleashed), que desempenha ótimos gráficos, tanto Cartoons, quanto realistas. Fases como Sky Sanctuary e Seaside Hil ficaram lindas nesse motor gráfico, com visuais e texturas de encher os olhos. City Escape, do SA2, também ficou muito bela, mesmo com sua ambientação mais "realista" (O que eu sinceramente, nunca gostei nos jogos).

A Trilha Sonora também é outro aspecto muito bom do Game. Várias músicas remasterizadas e versões diferentes para cada personagem (Isso é, o Classic Sonic tem um ritmo diferente nas músicas das fases, bem como o Modern Sonic). Confiram algumas delas:











Enfim, Sonic Generations é um ótimo jogo, tanto para a franquia, quanto para o gênero de plataforma. Ele pegou vários aspectos bons da série e juntou em um jogo só (Bem como corrigiu vários erros e fizeram deles decentes). Talvez, os únicos aspectos negativos sejam suas poucas fases e a dificuldade nada desafiadora. Porém, mesmo com esses erros, Sonic Generations ainda é um grande jogo que, junto ao Sonic Colors, veio para dar uma "luz" sobre a franquia que estava em trevas.

Prós:
  • Ótima jogabilidade com o Sonic Clássico, e uma jogabilidade bem decente com o Moderno.
  • Várias fases foram remasterizadas e outras reimaginadas de forma muito boa.
  • Gráficos espetaculares.
  • Batalhas contra Rivais e Bosses, como Perfect Chaos e Egg Dragoon, sofreram mudanças no qual tornou elas bem melhores do que suas versões originais.
  • O Level Design das fases, com vários caminhos secretos e alternativos, é ótimo.
  • Excelente Trilha Sonora.
Contras:
  • Muito poucas fases. Algumas como Marble Zone e Casino Night Zone (Que está somente na versão de 3DS do jogo) que ficariam ótimas no game, infelizmente ficaram de fora.
  • O jogo em si é muito fácil.
Nota: 8.0

Extra: Caso você leitor, já zerou o jogo, ou não pretende jogá-lo e não liga para Spoilers, confira este Walkthrough completo do Game:


Gostou da postagem? Comente abaixo, e não se esqueça de dizer sua opinião sobre o jogo. Criticas (Feitas com educação, é claro) e sugestões são muito bem-vidas. Essa postagem termina por aqui caros leitores, até a próxima postagem! =D

10 comentários:

  1. Ótima análise!
    Tava com saudade das suas postagens.

    Então,sobre o Sonic Generations,minha opinião mudou um pouco depois de um certo tempo,não é tão positiva como antes.
    Primeiramente,achei que ele cumpriu o seu papel sim.
    Mas ele não é,digamos,nada demais.

    Ele tipo pega o melhor do Sonic antigo e do moderno,e junta,mas sabe,dava pra fazer algo muito melhor,talvez se o jogo tivesse mais fases.

    Gráficos também não achei lá essas coisas.O design sim,ficou excepcional,mas quando olho até pra alguns fan games como Sonic Fan Remix,não vejo muita diferença,apesar desse fan game ser muito poluído graficamente falando.

    E pô,ele é muito curto mesmo.

    Enfim,não sei se estou certo,mas é isso o que eu penso,e talvez seja por esses motivos que eu não tenha adquirido ele.
    Só que o jogo estar longe de ser ruim,rs,muito melhor que aquelas ruindades chamadas "Sonic Adventure".


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo:
      "Mas ele *não é nada demais".

      Excluir
    2. Obrigado pelos elogios!

      Bem, eu ainda acho que esse jogo, tem um "grau" de bastante importância. Ele foi o único jogo da franquia, desde o Sonic CD, que chamou a atenção da galera que não era fã de Sonic (Ou seja, público em geral). Mesmo Sonic Colors, que foi um baita jogo, não chamou muito a atenção pelo boicote que o Nintendo Wii, infelizmente, sofria.

      Mas sim, eu realmente concordo que ele poderia ter sido melhor. A Sega deveria ter colocado duas ou três fases de cada jogo ao invés de uma só. Eu queria pra caramba ver a Marble Zone (Que é uma das minhas fases preferidas do Sonic 1) remasterizada, algo que no final das contas não ocorreu, infelizmente.

      Eu acho os gráficos desse jogo muito bem feitos. Ele conseguiu fazer bonito com as fases clássicas, sem perder a essência, e deixou fases como a Crisis City (Que tinha texturas estranhas e muita pouca cor no Sonic 2006) bem melhores, visualmente.

      O fato do jogo ser muito curto pesa bastante mesmo, mas se você conseguir achar o jogo com um preço acessível, vale a pena. O jogo não enjoa tão facilmente quanto parece. Dá para se tirar várias horas de Gameplay tentando zerar ele 100%, algo que não é tão difícil.

      E com certeza, é MUITO melhor do que aquela porcaria que foi o Sonic Adventure 1 e 2. Pior que eles, só o Sonic 2006 e Unleashed mesmo.

      Excluir
    3. Ah sim importância ele tem/teve certamente.
      Serviu pra apagar parte das manchas do seus antepassados (do Sonic Adventure ao Unleashed).

      E realmente os gráficos são bem feitos e bonitos.Mas sei lá,eu olho pra outros jogos indie ou jogos mais antigos e não vejo muita diferença.

      O problema também Shadow,é que eu já não gosto tanto assim de Sonic,e esse aí é muito pequeno,e mesmo que tenha um bom fator replay,pra mim por enquanto não está valendo à pena.
      Mas talvez mais pra frente eu compre ele porque está por um preço acessível.
      Bem que podia ter para o Wii que aí eu testava e depois talvez comprava.

      Excluir
    4. Ué... Mas não tem pro Nintendo Wii? Õ_Õ

      Excluir
    5. Sonic Generations?
      Tem não.

      Tem é o Colors,que foi lançado pro Wii e DS.

      Excluir
  2. Caraca, Shadow Mario, GF e Lelijhon voltarão com tudo *.*

    Ótima postagem, aliás! Esse jogo é um dos meus preferidos da série. Mesmo curto, é muito divertido e impressiona ver todas aquelas fases em HD.

    Agora tô no aguardo do Kamek voltar. Os posts dele eram muito bons. Tô até hoje esperando a analise do Majora's Mask que ele disse que iria fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. curioso é ver que só foi eles voltarem que a quantidade de comentários subiu.esses caras são fodas pra caralho.e aliás,o correto seria voltaram e não voltarão kkkkk

      Excluir
    2. Pô eu agradeço aí galera,de verdade.

      Mas é por causa de vocês também que os comentários e visualizações aumentaram,não se esqueçam disso.

      Excluir
  3. Uma ótima postagem. O que mais me surpreende nesse jogo, é como a Sega conseguiu adaptar as fases Clássicas e Modernas nos dois planos de jogabilidade, sem perder fidelidade ao conteúdo original. Em outras palavras, sem perder a "essência".

    Eu ainda não tive o prazer de participar desse quadro "Pergunte ao Kamek", mas pelo que eu vi até agora, ele me lembra aquele quadro "N-Blast Responde" do Nintendo Blast. Porém, parece que há uma interação maior aqui, afinal, é um redator que responde as perguntas, e não uma figura anônima como é lá no NB.

    ResponderExcluir